quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Conclusão: Ame seu corpo do jeito que ele é!

Antes e "Dispois"


Compare now and the past

Crise Hídrica



Conclusão: Ame seu corpo do jeito que ele é!


(O vídeo da matéria está em anexo pra você que não pode acessar o Você Tubo)

https://estilo.catracalivre.com.br/beleza/video-mostra-evolucao-do-corpo-ideal-feminino-por-mais-de-3-mil-anos/


Memória seletiva



Vida de Suporte


Tinder também é Cultura






Pouco Ortodoxo




Sofrência de verdade


muahahaha

Era Smartphoniana



Emergência



Não reclame do seu nome



Filhos de pais muito criativos #6


Sentimentos



quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Como eu me sinto quando... Tiro um dia da semana pra ter um almoço gordo.

Divulgação de Evento


Estagiários do 



"Não rodoviário"

e do


convidam para:



Funcionários, ex-funcionários, estagiários e ex-estagiários desta indústria vital, agregados e leitores das PPA's  : Estão todos convidados! 


Pense na batida mentalmente: Tun tu dun tun dun tun dun...


Zagallo, tetracampeão, sobre o evento:






Divulgar evento no "Feice?" É chato, brega e só irrita seus amigos com notificações. A onda é divulgar na PPA! (SQN) =)



Falando em Onda...Tsunaminho






Ma Oeee!


silvio



PPA também é Cultura!






Música mais tocada no Brasil, "Parabéns a Você" é cantada errado

Felipe Branco Cruz
Do UOL, em São Paulo



 

  • Arquivo pessoal
    Bertha Celeste Homem de Mello, compositora de "Parabéns a Você"
    Bertha Celeste Homem de Mello, compositora de "Parabéns a Você"
No barzinho, o cantor interrompe o show para puxar um animado "Parabéns a Você", a pedido do grupo de fregueses que foi beber cerveja para celebrar o aniversário de um amigo. Cada vez que isso é registrado pelo Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), a herdeira de Bertha Celeste Homem de Mello, morta em 1999, aos 97 anos, recebe os direitos autorais. Em 2014, não foi diferente. A tradicional canção foi a obra mais executada em estabelecimentos com música ao vivo, de acordo com dados do órgão. 
No entanto, Bertha nunca ficou feliz com a forma que os brasileiros cantam os versos da música. "Minha avó ficava brava quando cantavam a música errado. É 'parabéns a você' e não 'pra você' e 'muita felicidade' e não 'muitas felicidades'", explica Eliana. "Minha avó dizia que a felicidade é uma só. Não há plural. Mas a música ganhou vida própria", diz a neta da autora, Eliana Homem de Mello Prado, 54.
O valor arrecadado com a música de aniversário, no entanto, não é alto. Embora não revele quanto ganha, Eliana diz que o dinheiro é todo usado para custear o tratamento de saúde de sua mãe, Lorice, 84 anos, filha de Bertha. Eliana é dona de uma loja de perfumaria e cosméticos em Jacareí, no Vale do Paraíba (SP). "É impossível ir a qualquer aniversário e não me lembrar da minha avó. É sempre emocionante", diz por telefone ao UOL.
Reprodução/Facebook
Eliana Homem de Mello Prado, neta da compositora de "Parabéns a Você"
Como a canção "Parabéns a Você" tem autoria registrada, cada vez que ela é executada publicamente, os direitos autorais têm de ser pagos ao Ecad, que repassa parte do valor ao compositor. Dentro de casa, em uma festa particular, a quantia não precisa ser recolhida. Mas é muito comum a música ser tocada em barzinhos, desbancando clássicos da voz e violão como "Se", de Djavan (9º lugar) e "Garota de Ipanema", de Tom Jobim e Vinícius de Moraes (12º lugar). Veja abaixo o ranking completo.
A versão original da música, "Happy Birthday to You", foi composta em 1875 nos Estados Unidos pelas irmãs Mildred e Patrícia Hill, de Louisville, no Estado do Kentucky. Em 1942, um apresentador da Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, promoveu um concurso para escolher a melhor letra em português para a canção. Bertha, que morava em Pindamonhangaba (a 145 km da capital paulista) e usou o pseudônimo Léa Magalhães, ganhou entre 5 mil inscritos. Lorice recebe 16,66% de tudo que é arrecadado. O restante é dividido entre a editora da música, Warner Chappel, e as herdeiras das autoras americanas.
Cantar o "Parabéns a Você" na televisão não é um bom negócio para artistas, apresentadores ou executivos das emissoras, já que o valor a ser pago ao Ecad depende do tamanho da audiência. Portanto, para arrecadar esse valor, é comum entre artistas cantar a sua própria versão da música de aniversário. E são inúmeros os casos. Xuxa ("Parabéns da Xuxa"), Angélica ("Parabéns da Angélica"), Beatles ("Birthday"), Stevie Wonder ("Happy Birthday"), Elvis ("Happy Birthday Song"), Madonna ("B-Day Song"), Katy Perry ("Birthday"), apenas para citar alguns artistas de diversas áreas e estilos diferentes.
É claro que, para Eliana, a versão favorita é a composta por sua avó. Fora essa, a outra versão de que mais gosta é uma católica, entoada todo domingo na missa das crianças na paróquia de Jacareí. "Parabéns a você, é a minha alma que diz. Deus te ampare e proteja e te faça feliz. Que Jesus lá do céu não esqueça de ti. E que no próximo ano estejamos aqui", dizem os versos, que, segundo a neta da compositora, foram criados por um padre da cidade há muitos anos.
"Minha avó sempre se emocionava quando ouvia 'Parabéns a Você'. Ela ficou especialmente sentida quando ouviu a versão dela sendo cantada para o papa João Paulo 2º", lembra. 


Rir pra não chorar




Como eu me sinto quando...





Por qué quieres más a tu perro que a las personas.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

30 coisas que todo Santista sente falta quando sai de Santos

Especialmente para os leitores Santistas das PPA's









30 coisas que todo santista sente falta quando sai de Santos

Além do maior porto da América Latina - rá, eu já sabia!


1. Saber que a praia está sempre lá te esperando.
2. Ter sete canais cortando a cidade que te dão todo o senso de direção que precisa.
3. Saber que São Paulo está bem pertinho se precisar fazer alguma coisa lá.
4. Conversar com gente que tem orgulho de falar que é da cidade do Pelé, mesmo sabendo que ele é de Três Corações.
5. Conversar com gente que sabe que Chorão é o maior deus urbano que já pisou na Terra.
6. Ver gente com camisa do Santos FC em cada esquina.
7. Se você cansar da praia de Santos, tem Guarujá, São Vicente e Praia Grande ao lado.
8. Pedir “cinco médias” na padaria e não passar por louco.
9. Trombar com o Nuno Leal Maia ou algum ex-integrante do Charlie Brown Jr. pelas ruas.
10. Trombar com o Robinho ou o Edinho Príncipe Guerreiro jogando um futvolêi na praia.
11. Assistir ao lendário programa Esporte por Esporte todas as noites.
12. Andar de skate na Praça Palmares.
13. Decorar a “magrela” com vários “colantes” irados.
14. Ir de magrela pra qualquer lado.
15. Ou ir de skate pra qualquer lado.
16. Conversar com gente que sabe que o funk da Baixada Santista sempre foi melhor que o funk carioca.
17. Saber que pizza de champignon obrigatoriamente vem com molho rosê.
18. Saber que pão de cará não é pão de leite.
19. Falar “tu vai ficar na praia do 4 ou do 5?”
20. Achar graça quando gente de outras cidades reclama do calor, pois você sabe que o pior calor do Brasil é o de Santos.
21. Poder comer a famosa torta de banana do Sevilha.
22. Pegar ondas no berço do surf no Brasil.
23. Poder andar de sunga pelas ruas sem ser (muito) julgado.
24. Jogar um fut na praia no fim de tarde.
25. Ou melhor: fazer qualquer coisa na praia a qualquer hora do dia.
26. Finalizar a noite nos quiosques da praia, pois é o único lugar que você sabe que estará sempre à disposição.
27. Entrar em um ônibus e não sentar, sabendo que logo ele vai encher com gente da “melhor idade” e você vai ter que ceder o lugar (tá, isso não dá muita saudade, mas já faz parte do folclore).
28. Conhecer gente que sabe a letra da música do Marcelo Totti inteira de cor.
29. Poder ver pelo menos um show do Garage Fuzz por ano.
30. A muretinha dos canais em todo lugar (beleza, talvez ninguém mais aguente a muretinha nos monumentos, em camisetas, na decoração de natal da cidade e até em tatuagens, mas a gente sente falta desse símbolo de Santos)

Dona Anésia





Sabedoria Popular





O Super Herói (indigesto) que faltava



mentirinhas_752


Deus


2606



Me de motivo






Fábula Pós Moderna


sapo


Nunca subestime o inimigo


1
3
Essa foi por pouco


Eu num avisei? Eu não avisei, não avisei?


(Nota: a imagem estática do vídeo parece pornografia, mas não é! É apenas uma mãe segurando o filho sem camisa)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget