sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Comendo frutas (que não são frutas) com insetos (só que não)

Old But Gold

“como preparar um frango com whisky”…
Ingredientes:
1 garrafa de whisky (do bom claro! 12 anos no mínimo)
1 frango de aproximadamente 02 quilos
sal, pimenta e cheiro verde a gosto
350 ml de azeite de oliva extra Virgem
nozes picadas
Modo de preparo:
- pegue o frango
- beba um copo de whisky
- envolva o frango e tempere com sal, pimenta e cheiro verde a gosto.
- massageá-lo com azeite.
- Preaqueça o forno por aproximadamente 10 minutos.
- Sirva-se de uma boa dose (caprichada) de whisky enquanto aguarda.
- Use as nozes picadas como ‘tira gosto’.
- Coloque o frango em uma assadeira grande.
- Sirva-se de mais duas doses de whisky.
- Axustar o terbostato na marca 3 e debois de uns vinch binutos, botar para assassinar.
- digu: assar a ave.
- Derrubar uma dose de whisky debois de beia hora, formar abaertura egontrolar a assadura do frango.
- Tentar zentar na gadeira, servir-se de uoooooooootra dose sarada de whisky.
- Cozer(?), costurar(?), cozinhar, sei lá, dane-se o vrango.
- Deixáááá o filho da buta do pato no vorno por umas 4 horas.
- Tentar retirar o vrango do vorno. Num vai guemar a mão, garaio!
- Mandar mais uma boa dose de whisky pra dentro . De você, é claro.
- Tentar novamente tirar o sacana do vrango do vorno, porque na primeira teenndadiiiva dããão deeeeuuuuuu.
- Begar o vrango que gaiu no jão e enjugar o filho da buta com o bano de jão e cologá-lo numa pandeja ou qualquer outra borra, bois avinal você nem gosssssssssta muito disso mesmo.
- Tá bronto essí gorno di vrangu!

Gambiarras Descoladas



I WANT ALL OF THEM





I WANT ALL OF THEM

PPA também é Cultura!

Você vai se surpreender com a forma como os figos se desenvolvem

COMENTÁRIOS
 18.648
Visualizações
Você é um apreciador de figos? Essa conhecida fruta, que na verdade é um pseudofruto, é bastante consumida, fazendo ainda parte de receitas deliciosas, das mais simples às mais sofisticadas. No entanto, você sabia que esses frutos viçosos, cheios e de cor viva se desenvolvem de uma forma um tanto bizarra?
Tudo porque, para ficarem do jeitinho que você conhece, os figos passam por um processo de polinização com vespas, que acabam ficando dentro dele. Isso mesmo! Os figos contêm vespas digeridas mortas, que ficam presas no interior do fruto durante a polinização. Sem esse ciclo bruto e mortal, nem a figueira nem a vespa poderiam se reproduzir.

Polinização

Shutterstock
Mas como é que as vespas chegam lá e, além disso, por que, sendo de conhecimento de muitas pessoas, elas continuam consumindo esse fruto? A resposta da última pergunta é: porque eles são gostosos e saudáveis. Simples assim. Além de tudo, os restos digeridos de vespas não causam nenhum mal à saúde e nem é possível percebê-los.
Bem, voltando à primeira pergunta, a relação figo-vespa se resume ao fato de que nenhum dos dois é um reprodutor muito eficiente. Dessa forma, eles apenas encontraram uma maneira inusitada de ajudar uns aos outros. Como citado antes, o figo é um pseudofruto constituído por uma inflorescência, sendo mais conhecido como sicônio.
Por essa razão, como ele é como uma flor invertida, a maioria dos insetos polinizadores não consegue chegar ao pólen. Sem polinizadores, a figueira não iria dar frutos ou sementes. Porém, felizmente, há um inseto, a vespa de figo, que já descobriu uma maneira de viajar para o sicônio e, consequentemente, polinizar a planta.
Mas, para a vespa, a viagem é só de ida. Ainda assim, nem tudo é má notícia para vespas de figo. Como mencionado, estas vespas são reprodutores ineficientes e precisam de um ambiente muito específico para alimentar as suas larvas. E adivinha qual o local perfeito? O interior do figo, que é o berçário de vespa mais adequado para elas.

Viagem sem volta

Quer dizer então que eu como figo com vespinhas mortas?” Sim, caro leitor, você come. Mas não se preocupe, você não é o único. Logo abaixo você vai saber mais detalhes nos quais não devemos pensar na hora de abocanhar um pedaço de figo ou de uma torta feita com a fruta.
Retornando ao processo da polinização, a vespa fêmea adulta viaja para o figo através de uma pequena passagem conhecida como ostíolo. O único problema é que o ostíolo é tão estreito que as asas da vespa e antenas são arrancadas quando ela se move para baixo da passagem, o que significa que ela nunca mais sairá de lá.
No entanto, esta missão camicase lhe permite encontrar o lugar ideal para colocar e nutrir seus ovos. Mas como o figo é polinizado se as vespas só podem entrar em apenas uma flor dele? Bem, uma vez que os ovos são chocados, há um grupo de larvas do sexo masculino e outro do sexo feminino.
Após chocados, os machos passam toda a sua curta existência nos túneis através do figo, enquanto as fêmeas terão uma rota de escape quando estiverem completamente desenvolvidas. Uma vez que uma fêmea voa para fora da flor de figo, ela carrega um pouco de pólen com ela e o leva a outro sicônio, que será a sua viagem sem volta, dando início novamente ao ciclo que sua “mãe” fez um dia.
E, para complicar ainda mais, se ela entrar em um sicônio "fêmea" (figos têm tanto flores masculinas quanto femininas), ela não vai encontrar o ambiente perfeito para seus ovos. Com isso, ela se perde e, eventualmente, morre em um longo estilete. Porém, embora ela não seja capaz de pôr seus ovos, ela poliniza com sucesso a flor da figueira.

Mas e pode comer meeesmo?

Sim, é claro que pode! Tudo isso que você leu acima não significa que cada vez que você comer um figo estará também consumindo pedaços de vespas fêmeas suicidas e sua prole masculina morta. Isso porque os figos têm uma enzima chamada ficina que transforma as vespas mortas em proteína, que se tornam parte da fruta. Nada do corpo real da vespa permanece.
E não estranhe, pois os pedacinhos crocantes do figo são realmente sementes e não partes de insetos. Se você ainda não tem estômago para comer algo que já foi parte vespa, existem algumas variedades de figos autogâmicos (geralmente de pequenos produtores) que nem sequer envolvem vespas em seu desenvolvimento.

Não aguentamos mais ver isso... ou não...


PPA também é Cultura (2)



Como eu me sinto quando...

…vejo alguém tentando colar de mim mas eu também não sei responder nada na prova.

image

Gambiarra Descoladíssima Natural

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget